Home care pelo plano de saúde

Deseja saber como funciona e quem tem direito ao home care pelo plano de saúde? Então, leia o artigo que separamos pra você.

Por outro lado, se deseja saber mais informações sobre home care pelo SUS, clique aqui.

Agora, se o assunto do seu interesse é continuar sabendo os detalhes sobre home care pelo plano de saúde, e como conseguir, continue a leitura deste artigo até o final.

Home care (internação domiciliar)

Em síntese, home care é o tratamento de saúde no ambiente domiciliar do paciente. Ou seja, uma internação domiciliar, em que o paciente passa a receber em casa, os tratamentos que recebia em ambiente hospitalar, evitando assim, uma internação hospitalar indefinida do paciente.

Assim, home care nada mais é que uma internação hospitalar, só que ao invés de ser no hospital, é feita na casa do paciente, levando até a residência do paciente, toda estrutura hospitalar necessária para seu atendimento, que deverá ser feita de acordo com a necessidade do paciente.

Logo, o tratamento domiciliar deve ter início imediato a alta hospitalar e pode incluir fisioterapia, fonoaudiologia, atendimento domiciliar por profissional de enfermagem 24 horas, uso de aparelhos, respiradores, entre outros procedimentos que o paciente necessita.

Plano de saúde deve fornecer home care

Portanto, havendo prescrição médica, fundamentando a necessidade da internação domiciliar na modalidade home care, o plano de saúde tem obrigação de fornecer.

Requisitos para conseguir home care pelo plano de saúde

  • Laudo médico detalhado;
  • Solicitação administrativa e negativa (se houver);
  • Advogado especialista em Direito à Saúde.

A importância do laudo médico

O laudo médico será utilizado como documento para comprovar a real necessidade do home care, na ação judicial com pedido liminar.

Assim, quanto mais rico em detalhes for o laudo médico, maiores serão suas chances de obrigar o plano a fornecer a internação domiciliar que você precisa.

No laudo médico deve constar:

  • Informação sobre a doença, com código CID;
  • Sequelas, incapacidade, sintomas;
  • Medicamentos que o paciente faz uso;
  • Informar que o paciente está acamado, se necessita de alimentação por sonda gástrica ou outra necessidade;
  • Descrever todos os cuidados de que o paciente necessita. Se precisa de cuidados contínuos (24 horas por dia), se necessita de acompanhamento de enfermeiro ou técnico de enfermagem;
  • Explicar todo o tratamento indicado de forma detalhada. Que o tratamento deve ser realizado no domicílio do paciente;
  • Indicar que os tratamentos devem ser iniciados com urgência, tendo em vista a iminência de alta hospitalar e necessitando da continuidade em home care e explicar os riscos em caso de não continuar com o tratamento domiciliar;
  • Destacar todos os benefícios que cada procedimento indicado trará ao paciente.

A importância de ter como provar sua solicitação

Antes de mais nada, faça a solicitação administrativa junto a operadora do plano, mas faça de uma forma que você consiga comprovar que solicitou ao plano previamente.

Mesmo que seja por meio de protocolo da ligação telefônica, anotando a data, horário da ligação e nome do atendente, print de conversa no celular ou a negativa por escrito.

Enfim, se resguarde! Tenha como comprovar sua solicitação! Tendo o relatório médico, bem como sua solicitação administrativa será possível conseguir a internação domiciliar (home care) pelo plano de saúde, através de ação judicial com pedido liminar.

O que é pedido liminar?

Em síntese, liminar contra plano de saúde é uma decisão provisória que se consegue no início do processo. É quando o juiz decide em caráter de urgência, a exemplo do home care, que o paciente não tem como esperar meses, ou anos, até uma decisão final.

“ah… mas processo judicial demora”

Nestes casos, frequentemente, em que o paciente precisa da internação domiciliar, é possível conseguir uma decisão judicial entre 24 a 48 horas.

Em resumo, casos como esses são rápidos e bem menos burocráticos do que você imagina.

Tenho o relatório médico e recebi a negativa. Como proceder?

Agora, com a ajuda de um escritório de advocacia especializado no Direito à Saúde, você poderá obrigar o plano de saúde a fornecer o tratamento que precisa.

Somos especialistas em ajudar beneficiários de planos de saúde a obterem seu tratamento, revertendo negativas abusivas através de ação judicial com pedido liminar.

A importância do advogado especialista em Direito à Saúde

Tenha em mente que o advogado especialista é quem tem a expertise técnica sobre a área de atuação. Um especialista aumenta significativamente as chances de êxito.

Afinal, você não vai querer deixar o destino do seu tratamento nas mãos do plano de saúde, que só visa o lucro, muito menos nas mãos de um profissional que não é da área e não saberá a melhor forma de conduzir o caso, certo?

Fale com um advogado especialista clicando no botão do WhatsApp.

Caso tenha ficado com alguma dúvida e queira mais informações, entre em contato conosco clicando no botão do WhatsApp. Atendemos em todo o país, de forma 100% digital, buscando agilidade e eficiência no atendimento. Juntos, fazemos a diferença!

Veja nosso Instagram clicando aqui.

Artigo elaborado por Oliveira Advocacia – OAB/RS sob o nº 12.505 – Somos Especialistas em demandas relacionadas ao Direito à Saúde, atuando exclusivamente em prol dos direitos dos pacientes. Nosso escritório está localizado em Porto Alegre/RS, mas atendemos em todo o Brasil.

Esse artigo possui caráter meramente informativo.

Contato: (51) 3030-7800 | (51) 9.8127-2290

Para saber mais sobre nossa atuação, clique aqui.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Precisando de ajuda?